Papa pede que Coreias superem divergências

A presidenta Park Geun-hye, que recebia o papa na Casa Azul, residência oficial da chefe de Estado sul-coreana, lembrou que mais de 70 mil famílias continuam separadas desde a divisão da península no final da Guerra da Coreia