Distritos de São Caetano, no Agreste, ganham sistemas de abastecimento de água

Os três mil moradores das comunidades rurais de Santa Luzia e Maniçoba, localizadas no município de São Caetano, no Agreste do Estado, deixarão para trás a dependência de caminhões-pipas. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, esteve no município acompanhado do Prefeito Jadiel Braga para assinar a ordem de serviço que autoriza a implantação da tubulação que vai levar água às casas dos moradores.

A obra, orçada em R$ 2 milhões, foi uma determinação do governador Paulo Câmara à Compesa. “Estamos seguindo à risca o planejamento de levar água para a maior quantidade de pernambucanos possível, seja na cidade ou em vários distritos zona rural”, destacou Tavares.

O prazo para conclusão da obra é de seis meses. Serão implantados 11 quilômetros de adutora, com captação a partir da barragem de Taquara, localizada em Caruaru e que já abastece o município de São Caetano, além do Alto do Moura e Vila de Taquara, em Caruaru. O manancial, que tem capacidade para acumular 1 milhão de metros cúbicos de água, está vertendo desde o ano passado. A previsão da Compesa é que esse volume deve garantir o fornecimento de água suficiente pelos próximos dois anos.

Além da adutora, os serviços incluem ainda a aquisição de bombas, recuperação e energização de duas estações elevatórias para levar água até às residências.

A obra será executada por meio de convênio entre a Compesa e a Prefeitura Municipal de São Caetano, em que a Compesa será responsável pelo fornecimento e assentamento das tubulações e hidrômetros para abastecimento à população, e a Prefeitura se responsabilizará pela execução dos serviços de escavação e reaterro de valas.