CARUARU já tem finalista para concurso nacional de gastronomia

Aluno do segundo período do curso de gastronomia do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (DeVry|Unifavip), Eudes Cardoso é o novo talento gastronômico descoberto pela instituição através da competição DeVry Chef, que desafia estudantes a desenvolverem receitas que serão avaliadas por professores e jurados de renome, com o objetivo de promover a identidade e a cultura brasileiras por meio da gastronomia. Agora, ele se prepara para representar a universidade na etapa nacional do concurso, que acontece dia 8 de novembro e reúne os vencedores das finais de cada instituição na Faculdade Boa Viagem (DeVry/FBV), em Recife, para disputarem o primeiro lugar no Brasil.

A competição teve início com 23 alunos inscritos através do site do Unifavip. Nas três primeiras eliminatórias, os estudantes precisaram elaborar pratos com insumos escolhidos e adquiridos por eles, julgados por técnicos e acadêmicos que levaram em consideração os critérios: sabor, textura, apresentação do prato, criatividade e ficha técnica. Os cinco vencedores remanescentes dessas eliminatórias participaram da grande final do Unifavip, em que foram surpreendidos ao terem de montar um prato com ingredientes surpresa.

Para Eudes, o desafio foi uma oportunidade de evoluir na técnica e expandir seu conhecimento. “Para mim foi extremamente importante participar do DeVry Chef, eu aprendi muito, já que tive a oportunidade de estudar bastante e melhorar meu conhecimento da área, através de um aprendizado muito intenso. O prêmio maior, na verdade, foi esse aprendizado que conquistei”, afirma o estudante.

O prato que lhe garantiu o título de vencedor foi um frango cozido no suco de tangerina e vinho branco. A preparação da receita também foi um desafio para Eudes, que trabalha em um restaurante especializado em self-service: “A minha experiência trabalhando em um restaurante self-service foi expandida no concurso, porque lá eu aprendi a fazer pratos mais elaborados. Com essas receitas, eu saí totalmente da minha zona de conforto na gastronomia e, hoje em dia, tenho mais segurança de fazer pratos que antes não possuía”, avalia.

Eudes agora tem se dedicado à preparação para a grande final nacional que acontece na FBV no dia 08 de novembro e que também mantém segredo sobre os ingredientes que serão utilizados. Ele garante que tem estudado muito para expandir seu repertório de pratos. “Estou estudando muito, testando pratos diferentes todos os dias, na faculdade, em casa e no restaurante e buscando melhorar a montagem e apresentação do prato. Posso dizer, com certeza, que vou me esforçar bastante, para ter um bom resultado e, quem sabe, sair como vencedor em mais esse desafio”, conclui.