PSD e PP oficializam apoio à candidatura de Dilma

 

PSD e PP anunciaram nesta quarta-feira apoio à reeleição de Dilma Rousseff. A decisão do PP foi tomada pela Executiva Nacional, em uma rápida reunião no gabinete do presidente da legenda, Ciro Nogueira. Antes, a convenção nacional havia terminado de maneira tumultuada com várias lideranças divididas sobre o apoio à candidatura do PT. Já o PSD formalizou em sua primeira convenção nacional, o apoio à reeleição da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer (PMDB). A aliança foi aprovada por mais de 94% dos 114 votos de convencionais, durante encontro que ocorreu no auditório da Câmara dos Deputados, em Brasília. Um dos mais novos partidos do país, o PSD tem pouco mais de dois anos de criação.

O presidente nacional do PSD, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, lembrou que este é o primeiro apoio oficializado pela legenda e, ao ler o Manifesto à Nação Brasileira, destacou pontos comuns entre o governo Dilma e as propostas do PSD.

“Há dois programas que o PSD [em que] está alinhado [com o governo], que são o MEI [Microempreendedor Individual] e o Pronatec, que é uma iniciativa inclusiva que qualifica o trabalhador e insere jovens no mercado de trabalho com o primeiro emprego.”

Kassab alertou que é preciso ampliar investimentos em educação e saúde e disse que o PSD vai buscar sempre consenso para construir propostas ao lado do governo. “Somos parceiros da presidenta na ascensão de classes, no estímulo ao trabalho, na conquista de moradias. Não nos intimidamos com o tamanho dos obstáculos. Somos aliados e batalharemos juntos pelo Brasil que projetamos e que construiremos juntos. Pelo Brasil, com o Brasil, e lado a lado de todos os brasileiros”, completou.