Nossa Língua: Menelau Júnior

O professor Menelau Júnior é formado em Letras e possui especialização em Língua Portuguesa. É também escritor, apresentador de TV e dá dicas de português também em uma emissora de rádio e de tv de Caruaru. Leciona desde 1991 e é colunista do jornal Vanguarda e da TV Criativa.

Cadê o sotaque?

Nos últimos dez dias, os programas jornalísticos deram uma atenção especial ao Rio Grande do Sul por causa de um episódio envolvendo a torcida do Grêmio. Não deve ter sido difícil perceber a pronúncia diferente dos jornalistas de lá quando usam palavras com a letra "r" no fim de alguma sílaba. "Porta", "corpos" e "marcas" são apenas algumas.
O "r" pronunciado à moda sulista recebe o nome de "retroflexo". É bastante comum também no interior de São Paulo. Quando um morador dessas áreas é entrevistado, logo se percebe a pronúncia "enrolada" da letra "r". Mas por que normalmente os jornalistas tendem a não apresentar essa marca regional de forma tão contundente?

A resposta é simples: porque a maioria das redes de televisão tenta, com a ajuda de fonoaudiólogos, extirpar qualquer marca de regionalismo dos repórteres. Para muitas dessas redes, o "r" retroflexo é visto como algo "caipira", "matuto". Mudar a pronúncia é, pois, uma exigência para estar no ar em rede nacional.

O resultado, muitas vezes, soa esquisito. É estranho para 

Leia mais...




Pedaços de civilidade

Circulam na rede fotos que seriam dos ocupantes do avião em que estava o ex governador Eduardo Campos. Em aplicativos, muita gente "compartilhando" o horror.

Leia mais...